BMW 2002 – o carro que salvou a empresa no mercado norte-americano

21 de fevereiro de 2018
Leandro

Quando a marca BMW é falada no meio dos apaixonados por carros, não há dúvida, as pessoas respeitam. Poucos conhecem o real significado da sigla, pois o produto sobrepôs o nome.

Mas, é sempre interessante conhecer melhor a empresa por trás do produto. A sigla BMW significa “Bayerische Motoren Werke”. Em uma tradução, seria “Fábrica de Motores da Baviera”.

A empresa iniciou em 1916 construindo motores de aviões, e forneceu seus produtos para a Força Aérea alemã durante as duas grandes guerras. Somente em 1929 é que o primeiro carro da marca foi produzido.

Uma coisa é certa: a excelência e qualidade dos carros e motores sempre seduziram os consumidores. Mas, na década de 1950, a BMW estava com dificuldades.

O surgimento do BMW 2002

O mercado norte-americano vivia uma febre por muscle cars, e dificilmente alguma empresa europeia conseguia aumentar suas vendas.

Vários fabricantes de carros de outros países estavam em busca de uma pequena porcentagem do mercado americano, mas sempre tiveram críticas. Era uma época pós-guerra, e a Europa sofria com a crise.

No final da década de 1960 a BMW enfim construiu um modelo que assegurou seu status de qualidade por anos.

Os V8 americanos eram potentes e rápidos, mas duros e difíceis de conduzir. A BMW inovou com um compacto de 2 portas, e tinha um certo espaço interno. Era fácil de conduzir, e uma aceleração rápida. Havia fiabilidade e preço razoável. Eram os modelos que antecederam no 2002 e, posteriormente (e melhorados) surgiu o 2002.

O pequeno carro ganhou muitos adeptos ainda mais apaixonados pela marca. Aqui no Rusty Barn estamos sempre restaurando alguns, e ficamos cada vez mais loucos por eles.

 

Deixe um comentário abaixo e compartilhe este texto em suas redes sociais.